18/03/2017

Nobody Sees: Capitulo 22 - Sentindo!

Resultado de imagem para as long as you love me tumblr gif

Justin Bieber P.O.V

Enquanto ela fazia a comida, eu baixei um filme pesado de terror, eu amo filmes de terror. Aquele cheiro de queijo, aquele som dela cantando baixinho lá na cozinha, tudo isso estava me encantando, sabe o que é se sentir feliz por ter alguém ali? Que porra de sentimento!

- Onde está o Jaxon? - ela chegou passando os braços na minha cintura e beijou minhas costas

- Ele voltou pro Canada, minha família chega terça feita - falei revirando os olhos

- A minha também - ela disse m virando de frente pra ela - Por que essa cara? - ela perguntou avistando minha face de tédio.

- Por que eles só vem para encher a porra do meu saco, Jazzy fica me enchendo o dia todo para sair, e comprar coisas, meu pai não sabe resolver nada sem pedir ajuda e minha mãe fica me ligando de dois em dois minutos achando que eu morri, eu gosto do Jaxon morando comigo, o resto me da dor de cabeça - expliquei e ela riu

- Eles estão vindo para morar? - perguntou

- Jamais, está louca? Estão vindo para passar uns tempos só, no máximo duas semanas e tchau - falei gesticulando minha mão e ela beijou meu pescoço rindo.

- Enquanto eu só queria minha família aqui, você quer a sua longe - falou dando um sorriso fraco e se manteve séria.

- A situação é diferente, Sky - falei e a selei e ela sorriu fraco e se dirigiu a cozinha e voltou com uma bandeja e se sentou no grande sofá e colocou a bandeja no meio de nós dois, ela havia feito algo super saudável pra ela e fez um sanduíche caprichado pra mim


- Queria ser saudável como você - falei dando uma bocanhada no meu lanche e eu fiz aquela cara de aprovação. - PORRA - falei sentindo aquele gosto e ela riu colocando sua salada de fruta na boca

Soltei o filme  e os olhos de Skylar se abriram muito, ela me olhou com cara fechada e eu dei uma risada.

- Tira, por favor, não quero ver - ela disse quando ia levantar e eu a segurei, quase entornei tudo, mas não a deixei sair.

- Vou ficar com você aqui o tempo todo, não vai acontecer nada, para de bobeira, eu to tentando ser aqueles garotos viados por você  - falei fazendo chantagem

- Você é um bosta - ela disse bufando e vitando a TV com receio, enquanto comia sua salada.

O filme começou e Skylar dava um grito atrás de outro, quando eu levantei pra levar a bandeja para a cozinha, ela ficou quieta, até que um berro fino e incomodante gritou desesperado e eu fui correndo e quando cheguei na sala, Skylar estava com a cara tampada com uma almofada e respirando rápido.

- Para de bobeira, Skylar, pelo amor de Deus, você luta e está nessa palhaçada - falei já cansado em seu lado e ela me ignorou

- Você não entende, então via se foder - ela disse séria e eu revirei os olhos

- Não entendo o que, garota?

- NADA - ela disse e se levantou para subir e quando ela estava chegando perto da escada e eu não consegui, eu fui até ela com uma certa pressa e a segurei pela cintura e ela me encarou, os olhos dela estavam vermelhos e ela parecia triste.

- Assiste o filme comigo - pedi com jeitinho e ela se manteve séria - Eu amo filme de terror

- E eu odeio - ela disse ainda séria, a seriedade dela dava arrepios, ela parecia ser tão má, para quem a visse.

- Vem - a peguei pela cintura e comecei a guiar para a sala novamente e a deitei no meu peito e ela ficou assistindo e fungando ao mesmo tempo, meiga. Fiquei mexendo em seus cabelos e sorrindo quando eu via ela se encolhendo e eu a apertava pra mostrar que eu estava ali, eu não gostava de a ver desprotegida, nem que seja um filme de terror, eu odeio a ver insegura de si mesmo, quero ela se sentindo melhor que todos por ai, por que ela tem um cara que a protege. Confuso, mas só eu entendo.

Beijei o topo da sua cabeça na mesma hora ela se virou com medo e fechou os olhos em meu peito.

- Justin que filme feio, porra - ela disse ficando irritada.

- É irado nem vem

- Me arraste para o inferno? Sério? Não tem nada de irado nisso - ela disse fazendo o bico que eu na mesma hora o desfiz.

- Não faz bico pra mim - falei mordendo seus lábios e brincando eles até a parte amedrontadora passar e ela nem se lembrar.

Skylar atacou meus lábios com certa precisão e me puxou para colar em seu corpo, aquele beijo me levava a outro paralelo, eu a puxei contra mim e segurei seu cabelo e sua cintura e aprofundei o beijo sentindo aquela vontade de preencher por dentro.

Ela saiu de mim e se deitou novamente e ficou roendo seus dedos e eu ri daquele jeito menina dela. Quando o filme acabou, Skylar não desgrudava de mim, ela ficava segurando meu braço até quando eu fui apagar as luzes para subirmos já que nosso dia foi exaustivo.

Skylar se deitou na cama e ficou me olhando, ela se ajeitou nas cobertas e eu me deitei sobre ela e a beijei, ela passou as mãos no meu cabelo e eu suguei seus lábios com vontade, desci minha mão até sua intimidade e comecei a toca-la e Skylar mordia os lábios em aprovação.

- Vamos dormir - ela disse cortando meu clima e eu só conseguir fazer uma coisa, dar risada, tudo que essa garota faz pra mim está bom, eu acho fofo o jeito meigo, o jeito menina, o jeito vadia, o jeito mandona, o jeito manipuladora, e o jeito sexy.

- Vamos - beijei sua testa e me deitei ao lado dela. Sky nem se aproximou de mim, virou de bunda pra cima, cobriu a cabeça e ali ficou.

Acordei com um barulho estranho e eu estava sentindo algo molhada esbarrar algumas vezes em  mim. Abri meu olhos e quando minha visão ficou totalmente perfeita eu visei meu lado direito e dava para ouvir alguns barulhos baixinhos debaixo da coberta, era a Skylar.

- Sky? - quando eu toquei o dedo na coberta, ela deu um grito de desespero e eu me assustei. Skylar estava chorando, vermelha como um pimentão, com os olhos inchados e com o corpo tremulo. Não pensei em mais nada a não ser abraça-la, antigamente eu riria dessa situação, mas ela me parecia tão assustada.

- Não sabia que era tão forte assim seu medo - falei a apertando e beijando sua cabeça diversas vezes esperando aquele choro alto ir diminuindo.

- Eu te falei - ela disse entre lágrimas e soluços e eu fiquei me sentindo mal. Olhei para o relógio e marcava as quatro da manha.

- Por que não me acordou, idiota? - perguntei e ela me deu um beliscão por causa da ofensa

- Pra você me xingar? - ela soluçou mais uma vez e eu dei uma risada

- Você não dormiu nada?

- Não, estou com medo Bieber - ela disse soluçando e eu sentia meu peito encharcado, eu odiava ver mulher que fazia parte da minha vida chorar, eu odiava, e Skylar me partia a ver assim. Que porra de situação. Eu fui pra cima dela e a acobertei com meu corpo, ela começou a me apertar e eu peguei sua mão, estava fria e tremendo, apertei sua mão e beijei a parte de cima. Skylar ficava evitando me olhar e eu fiz ela me encarar

- Se eu soubesse que você se cagava toda, eu não colocaria - falei

- Mas eu explorei pra você não por, eu tenho esses medos desde uns três anos pra cá - ela disse com aquela voz de bebe chorando e eu não contive o riso e ela fechou a cara e ficou muito brava

- Não consigo não rir, porra você está com medo de um filme idiota - falei rindo e beijando seu rosto e ela me afastou

- Sai daqui - ela disse pondo a mão no rosto

- Não posso deixar você ficar assim né idiota - falei a sentando na cama - Vou buscar água - falei e ela segurou meu braço com uma orça sobrenatural

- NÃO, não me deixa aqui, por favor - ela disse se ajoelhando e me olhando com piedade

- A Freezer é bem ali - apontei para o movel na parede ela se apegou ao travesseiro e eu coloquei água em um copo pra ela , cheguei na cama e a entreguei e ela tomou calada, deixando seu corpo se acalmar.

- Está melhor? - perguntei pegando o copo e colocando encima da comoda.

- Um pouco - respondeu baixo e se deitou se cobrindo toda novamente.

- Deita aqui comigo, Sky - falei quando vi que ela estava sem graça

- Não precisa, eu to bem - respondeu baixo e eu suspirei e a puxei e a coloquei deitada em meus braços e beijei sua testa, ela me apertou forte e eu dei um sorri entre os lábios, com aquele jeito anjo dela.

- Eu to aqui, ta? - falei e ela beijou meu pescoço e se acomodou e ficou ali com a respiração tranquila e adormeceu. Eu fiquei um bom tempo sem sono, apenas olhando eu ali servindo de guarda para um garota. Isso é bom demais!

Acordei e senti aquele peso sobre mim, minha ereção era muito visível, até quando a Skylar vai ficar nessa palhaçada? Eu quero comer ela logo.

 Skylar foi despertando e eu peguei meu celular para ver as horas, e já era mais de duas horas da tarde.

- Porra, a gente hibernou - falei olhando o relógio e cocei meus olhos e ela ficou se espreguiçando na cama, ocupando todo o espaço. - Sai pra lá - falei a empurrando e ela me deu um chute e eu senti uma puta dor por que estava duro

- Bem feito! - disse ela se sentando e eu a olhei feio

- Ele está assim por sua culpa, idiota - falei emburrado e fui para o banheiro e entrei no chuveiro frio, comecei a senti aquela vontade de beijar ela, então eu a gritei - VEM SKY.

- NÃO, VOU USAR O OUTRO - ela disse e não ouvi mais sua voz, menina pirracenta.  Comecei a rir até terminar meu banho, colocar uma roupa legal, e a Skylar chegou de vestidinho que parece uma blusa grande, preto, como do time de futebol da escola.

- O que quer comer? - perguntei a ela

- Você faz a comida hoje - ela disse sorrindo e se apoderou do meu pescoço e me beijou com vontade, a joguei na cama, e minha mão percorreu por baixo do vestido e eu comecei apertar sua pele, ela estava tão cheirosa que eu podia sentir meu corpo começar a pegar fogo, ataquei seu pescoço e ela me arranhou com tesão, ela passou as pernas a redor da minha cintura e surrou sua coxa em minha pele.

- Vou arrancar sua roupa - falei apertando sua bunda e ela arfou e negou com a cabeça

- Só hoje a noite - ela disse ao pé do meu ouvido e eu a apertei

- Para, Sky - falei sugando sua pele e ela me tirou de cima dela

- Quando eu procurar outra, você vem reclamando - falei empurrado me levantando e ela me envolveu por trás rindo

- É isso que eu estava esperando você fazer - ela disse descendo da cama e me encarando

- Não vou fazer isso - falei a beijando

- Mas se me estressar demais, eu faço - falei e ela gargalhou

- Cheio de gracinhas, não é? - ela disse rindo e beijando meu rosto.

Descemos e ficamos lá embaixo jogando baralho, aquele bosta ganhava todas as rodadas e eu tentava pelo menos fazer um jogo bom, mas não conseguia, merda.

- Não vale - falei emburrada e ele me selou

- Sou o mestre, paga 10, agora - ele falou apontando para o chão e eu gargalhei e ele se manteve sério.

- Vai brincando - falei sarcástica

- Está achando que eu estou brincando? Paga 10, no baralho quem manda sou eu - ele falou novamente - ANDA, SKYLAR - ele disse autoritário e eu paguei 10 flexões de braço até ele ficar satisfeito e sorri.

Anoite decidimos sair, Skylar colocou uma roupa legal, que deixou ela bem gostosa, e eu coloquei algo casual, fomos a um restaurante e por todo percusso eu tinha cismado com um carro vermelho, eu o vi umas oito vezes durante todo o trajeto, não falei anda com Skylar para não a deixar assustada, mas não deixaria nada acontecer com ela.

Chegamos ao restaurante, e da janela pude ver o carro sendo estacionado e ninguém saía de dentro dele.

- O que vai pedir? - ouvi aquela voz doce e olhei para seu rosto om um sorriso de lado

- Acho que torta de frango ao molho parmesão - respondi sentindo meu estomago roncar.

- Vou pedi o mesmo - ela disse sorrindo. Sua mão estava sobre a mesa e ela buscava algo para encarar, passei de leve meus dedos sobre os dela e ela me encarou e sorriu abaixando o olhar logo em seguida.

- O que foi? Está com vergonha? - perguntei achando muito atrativo aquele rosto vermelho

- Não, estou bem - disse suspirando

- Você está ansiosa para seus pais amanha? - perguntei e ela abriu um sorriso enorme

- Provavelmente vai haver uma discussão minha e do Malton, ms sim, estou e muito - falou sorrindo, o que me fez sorrir

- Os meus chegam amanha também - revirei os olhos

- Para com isso, valoriza sua família - ela disse pegando minha mão de um jeito carinhoso.

- Eu amo minha família, o Jaxon, minha mãe, minha irmã e meu pai são tudo pra mim, mas olha, minha mãe e meu pai são separados, e eles vem e ficam lá em casa juntos, trocando farpas o dia inteiro - expliquei o primeiro ponto - Minha mãe entende nada do que eu faço e começa a dar opinião e preocupa se eu furar o dedo  e minha irmã fica no meu pé, não deixa eu ficar com mulher nenhuma, e provavelmente ela vai te atacar - já deixei bem claro e percebi que ela ficou com cara de deboche

- Me desculpa, Justin, mas eu não aceito desaforo por que é irmã de bandido não - ela disse rindo irônica e eu sorri

- Fique a vontade para enfrentar a fera, aliás você é um tigresa sinistra - falei rindo e nossos pedidos chegaram.

 Começamos a comer e rir de umas pessoas tinha um cara que estava muito feio e não aguentamos, logo em seguida entre um casal, e caímos na gargalhada ao vê a calcinha da mulher marcada dentro da bunda dela, pela leg que ela usava.

- A gente não vale nada - Skylar falou rindo tentando se controlar

- Nada - concordei rindo - Sky, olha pra gente, você é foda cara, qualquer cara daria qualquer coisa pra estar aqui com você - falei e ela me olhou atenta - Obrigada pro ter dado chance a um idiota - falei beijando uma de suas mãos

- Você está sendo o melhor idiota de todos os tempos - ela disse sorrindo e se apoiou a mesa e me deu um beijo.

Comemos trocando algumas frases até que ficamos empanzinados, estávamos saindo do restaurante, quando Skylar puxou meu braço fortemente e me pôs atrás dela.

- O que você está fazendo aqui, Arlow? - ela disse e meu corpo ferveu. Assim que meus olhos chegou naquele desgraçado, eu me pus ao lado dela, mas ela me afastou e se colocou a frente novamente. Ela parecia nervosa e com raiva, seu peito estava na pose de quem mandava no pedaço e ela o encarava com maldade.

- Não quis ficar comigo, para ficar com esse verme? - ele disse e eu o encarei

- Fala de mim olhando pra mim - apontei o dedo na cara dele

- Vadia de merda, sempre soube que você gostava de coisa ruim, por isso não ficou comigo - Skylar deu uma risada irônica e maquiavélica

- NÃO FALA ASSIM DELA - o soquei e ele pôs a mão no rosto e me encarou vindo a me acertar, quando Skylar o pegou de surpresa com dois socos laterais e um chute fazendo o cair ali, meio estacionamento

- ESSA GAROTA É MINHA BIEBER, É A MINHA VADIA E EU QUERO VOCÊ LONGE DELA, OU EU NÃO PENSO DUAS VEZES ANTES DE ACABAR COM TUDO QUE É SEU - ele disse vindo até mim

- EU NÃO SOU NADA SUA, NUNCA FUI, NUNCA VOU SER - Skylar disse lhe dando um tapa na cara e ele a segurou pelo braço e eu o tirei em meio reflexo e susto e o peguei pela golinha da blusa.

- O único motivo de você estar aqui, é seu peito cheio de má fé e falsas esperanças achando que um dia eu vou te dar a chance de aceitar a sua proposta de me amar - Skylar começou com suas palavras fria e grosseiras - Porem, a unica coisa que tem dentro de mim, é desprazer a tudo que você toca, tudo que você vê, tudo que é seu - ela disse - E eu amo saber que você me ama e a unica coisa que eu penso em relação a você é nojo - ela deu uma risadinha e ele me soltou e foi pra cima dela, ele a acertou bem próximo ao rosto e quando eu mesmo percebi já estávamos no chão e eu o socava sem parar, meu corpo transbordava ódio e fúria em saber que ele encostou na minha garota.

- PARA, JUSTIN - Skylar tentava me tirar de cima dele, mas não conseguia  - Por favor, Bieber - ela disse baixinho ao pé do meu ouvido e eu fui sentindo minha força parar e eu sai de cima daquele idiota que estava esfoliado no chão.

- O que vai fazer com ele? - perguntei a olhando

- O que você não fez -  ela disse com um sorriso sarcástico, o pegou pela blusa e o arrastou, até ele se levantar e sacar sua arma e disparar, não acertou a Skylar, nem a mim, mas sim no chão. No restaurante parecia que ninguém havia ouvido, e ninguém passara pelo aquele lugar.

- ME DA ISSO, IDIOTA - Skylar foi pra cima dele e ele apontou a arma na barriga dela e ela permaneceu ali

- Solta essa porra - saquei a minha na cabeça dele

- Vai me matar? - ela perguntou o encarando bem perto, e eu via o olhar dele sobre ela, eu gostava dela. Mas que MERDA está acontecer aqui.

- NÃO ENCARA ELA - gritei


Ele desceu a arma e Skylar apenas lhe deu um empurrão

- Vou te dar um aviso, Skylar - ele disse quando eu já estava ao lado dela, a beijando - Eu prefiro você morta, do que com meu inimigo.

- Eu vou te dar um aviso, Arlow - falei chegando mais próximo dele. - Chega perto da Skylar, que não importa quem esteja perto, quando e onde, eu mato você - apontei o dedo

- Hoje eu estava sozinho Bieber, amanha é um outro dia - Arlow disse e se virou de costa sumindo meio as arvores que ali tinham

- Vem, vamos embora - peguei a mão de Skylar e ela me soltou e foi pro carro e percebi que ela não me respondia, ela não me olhava, ela estava fria e quando cheguei em minha casa, ela desceu do carro com certa rapidez e entrou no meu quarto calada.

- CHEGA - peguei seu braço e a forcei me encarar

- Solta meu braço - ela disse fria e baixo

- Eu quero sabe que caralhos foi aquele - falei bravo - E por que você está me ignorando - falei segurando seus braços e ela deixou uma lágrima cair sobre o rosto e depois outra, e outra. Ela ficou mole e eu não aguentei. A puxei para um abraço forte e a confortei em mim.

- Se acalma, por favor - sussurrei a apertando contra mim e ela começou a chorar, ela soluçava e eu fiquei com a garganta trancada, eu sentia aquele sentimento ruim dentro de mim, como se naquele abraço a dor dela passasse para mim.

- Não quero ele atrás de mim, ele já me machucou demais - ela disse soluçando, e era tão horrível ouvir aquele choro, eu sentia vontade de chorar junto a ela, mas na verdade eu a passei confiança, por que uma coisa eu digo: NINGUÉM vai tocar nela. 

- Ele não vai chegar perto de você, Sky, eu não vou deixar - beijei seu rosto e segurei seu rosto com minhas mãos e a fiz me encarar, limpei suas lagrimas

- Eu tenho medo, ele é perigoso - ela disse soluçando alto

- Não mais do que eu.     


            
CONTINUA?
12 comentarios??????????/
>>>>>>>>>>ANONIMO NÃO COMENTA MAIS DE UMA VEZ. <<<<<<<<<

GENTE VAMOS CHEGAR A 50 SEGUIDORES.
COMENTEM COMENTEM COMENTEM!
Meu deus o que acharam? ah to amando!!!!!!

BLOGS ATIVOS:

13 comentários

  1. Continuuuaaa tá maravilhoso
    //Rayanne

    ResponderExcluir
  2. Amando esse bieber apaixonado!! Continua amore
    // Andressa

    ResponderExcluir
  3. Sempre tem um otario pra acabar com a paz, quero nem saber o que esse dai vai aprontar!!!
    Família do justin e da sky chegando prevejo muita tetra!!! Continua por favor!!!!!!!

    x Rayssa x

    ResponderExcluir
  4. CONTINUAAAAAAAA!! Nao demora pra postar por favoooooor, tô respirando essa fic ❤

    ResponderExcluir
  5. Que poha é essa marreco ? PutaLaMerda.. viado baitola pra estragar as coisas q tá coisando bem coisada.. nam. Continua ae man.. SLK massa demais esse esquema dá tua ib.. Eae vamo fechar ?
    Anna -

    ResponderExcluir
  6. Continuaaa!!! Amando o Bieber versão "xonado"..... Tava bom pra ser verdade, tudo calmo na santa paz tem sempre que vir uma pessoa pra acabar com isso ne! A Raissa leu meus pensamentos kkkkjkk prevejo tretas com a vinda da familia bieber e a familia da Sky.

    Mas emfim... Continua assim que tu cresce muito mais tu tens um talento gigantesco. Espero ler muito mais fics tua. Um beijão :*

    //Evelyn//

    ResponderExcluir
  7. Pode divulgar pra mim ?
    Obrigada

    Link:

    http://imaginesdojustinparabeliebers.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir